sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Com suspeita de cochilar ao volante, policial da Rocam sofre acidente na PE-160

Fotos: Fernando Lagosta.
Na manhã desta sexta-feira (17), por volta das 9h30, mais um acidente aconteceu na PE-160, mais precisamente no quilômetro oito, próximo a Vila do Oscarzão.

De acordo com as informações colhidas pelo repórter Fernando Lagosta, o policial militar Luiz Carlos Salvino de Lira (30) chegava a Santa Cruz do Capibaribe quando colidiu lateralmente com um caminhão pipa, após o policial ter invadido a pista contrária.
Frente do corsa sedan ficou completamente destruída com o impacto.
Lateral do caminhão foi atingida; motorista do mesmo saiu ileso.
O Samu foi acionado para promover o resgate do policial e o trânsito ficou congestionado por toda a extensão da PE-160 e também em alguns quilômetros da BR-104, sentido Caruaru.
Grande congestionamento foi formado próximo ao acidente, chegando inclusive na BR-104.
Suspeita-se que o policial tenha dormido ao volante já que, na via onde o policial transitava, não haviam marcas de frenagem, fato visto na via de onde transitava o caminhão.

O policial, ferido em vários locais devido ao impacto da colisão, foi conduzido para o Hospital Municipal e aguarda para a realização de exames.
Grande quantidade de policiais foram verificar quem era o policial envolvido no acidente.
O motorista do caminhão, José Zimauro de Araújo Junior (31), também foi encaminhado a delegacia para prestar esclarecimentos.

Ronaldo Pacas concede entrevista a São domingos FM e fala sobre a Escola do SENAI

O vereador do PSDC participou hoje pela manhã de entrevista na Rádio São Domingos FM com os comunicadores Fernando Amaral e Clemente Almeida. 
Ronaldo falou sobre a doação do terreno para o SENAI, confiram:

´´O projeto está nas comissões na Câmara Municipal de Vereadores. Quinta-feira teremos uma audiência pública na Câmara Municipal de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe para debater essa questão. Teremos presença de pessoas do Senai e teremos a exposição de um vídeo mostrando cada detalhe do projeto. 

O prédio do Senai em Santa Cruz será padrão e servirá para formação de professores que atuarão em outras unidades do SENAI. 

É importante lembra que a escola oferece cursos gratuitos e dessa forma contribui imensamente para a profissionalização de nossa mão de obra``.

Rádio Vale lança sua nova logomarca e identidade visual




A Rádio Vale completou 28 anos de atuação e inicia 2014 com muitas novidades. São três décadas de muita dedicação a Santa Cruz do Capibaribe e região e para iniciar as festividades lança hoje sua nova logomarca e identidade visual. 

De responsabilidade do designer Billu Tetéu a logomarca traz as energia forte e marcante das cores azul e amarelo. 

Como bem nos explicou Billu ´´a marca é o elemento central de uma identidade visual. Quando bem utilizada, torna-se o item primário para o reconhecimento de qualquer produto e/ou serviço no menor tempo de leitura e espaço``. 

TIPOGRAFIA 

A tipografia é peça-chave dentro do contexto de um projeto, pois ela contribui para delinear a personalidade de todo o conjunto dos elementos que o formam. 

A Tipografia utilizada na marca RÁDIO VALE DO CAPIBARIBE pertence a família Futura Md BT. Onde se utiliza no escrito RÁDIO VALE DO CAPIBARIBE em ITALIC/BOLD e no slogan QUEM TEM VALE TEM MUITO MAIS apenas em ITALIC. 

CORES 

As cores são importantes na composição da marca. Para um bom sistema de identificação visual, além de buscar sempre reproduzir fielmente os tons, é importante aplicar as cores em produtos e impressos da empresa. 

As cores escolhidas para a nova marca RÁDIO VALE DO CAPIBARIBE, foram o AZUL (ROYAL) e o AMARELO onde o Azul representa estabilidade, transparência, confiança, sabedoria, inteligência, fé, verdade, tudo o que a nova RÁDIO VALE DO CAPIBARIBE transmite aos seus ouvintes, já o AMARELO simboliza a felicidade que a empresa tem em transmitir os fatos e acontecimentos para os ouvintes, por se tratar de uma cor brilhante, alegre, associa-se com a parte intelectual da mente e a expressão de nossos pensamentos. 

Diretoria Rádio Vale

Multa de Pedro Corrêa será paga do próprio bolso

Não haverá campanha na internet ou pedido de ajuda a amigos. O ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE), ao contrário do ex-colega de bancada José Genoino (PT-SP), também condenado no processo do mensalão, vai pagar do próprio bolso os R$ 1,1 milhão da multa imputada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), valor que ainda poderá ser corrigido. O petista, cujo débito já foi cobrado, tenta arrecadar os R$ 667,5 mil devidos.



“Eu acho que não haverá campanha. O valor deverá ser de recursos próprios, do patrimônio dele”, disse o advogado e filho do condenado, Fábio Corrêa. A data e a forma do pagamento da multa deverão ser definidos pelo juiz da 1ª Vara de Execuções Penais (VEP), com sede no Recife, Luiz Rocha. Pedro Corrêa cumpre pena em Canhotinho, a 207 km da capital.

O advogado da banca Leite & Nunes Plínio Nunes, responsável pela defesa, disse, porém, que a notificação ainda não chegou. Ele citou a questão burocrática do processo e preferiu não citar números. “Houve a transferência dele do Recife para Canhotinho. Com isso, a documentação deve ser transferida da 1ª Vara Penal para a 3ª Vara de Caruaru. Depois que isso for feito, a Justiça tomará a decisão”.



Médico por formação, o ex-presidente nacional do PP teve o patrimônio reduzido desde que começaram as investigações por envolvimento no processo do mensalão, em 2004. Na época, ele era proprietário de 18 apartamentos, dois flats, duas casas, e duas fazendas. Atualmente, mantém em seu nome apenas um prédio na Avenida Conselheiro Aguiar, em Boa Viagem, no Recife, descrito no cartório de 1º Ofício de Registro de Imóveis como para usufruto do filho e da nora.

Corrêa foi condenado a 9 anos e 5 meses de prisão por formação de quadrilha e corrupção passiva. O progressista se apresentou à Polícia Federal em dezembro do ano passado, em Brasília, onde ficou detido no Presídio da Papuda até sua transferência inicialmente para o Recife e, depois, para o Centro de Ressocialização do Agreste (RCA), em Canhotinho. Lá, pediu autorização para trabalhar como médico na enfermaria da unidade, cujo rendimento mensal é de R$ 508.



Informações do Diário de Pernambuco

Shareaholic