quinta-feira, 26 de dezembro de 2013




POPULAR É GRAVEMENTE FERIDO EM ASSALTO NA CIDADE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

O assalto aconteceu agora a pouco em uma residência localizada na Rua João Raimundo de Souza no bairro Bela Vista em Santa Cruz do Capibaribe, quando segundo informações de testemunhas, dois elementos armados, chegaram em uma motocicleta e anunciaram o assalto. Na ação, um dos criminosos agrediu e derrubou a esposa de Paulo Roberto Paes, de 49 anos de idade, que pediu que os elementos não espancassem sua companheira, tendo em vista que, a mesma estaria doente.

Diante das apelações da vítima, um dos assaltantes sem piedade disparou por duas vezes contra Seu Paulo que foi gravemente ferido e socorrido para o Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão, logo após os indivíduos terem fugido do local levando dinheiro e alguns pertences das vítimas.

No Hospital o homem recebeu os primeiros atendimento e foi transferido em uma unidade do SAMU para o Hospital da Restauração (HR) na Capital Pernambucana (Recife).

FORAGIDO DA JUSTIÇA É PRESO QUANDO TENTAVA AGREDIR A PRÓPRIA MÃE

Um foragido da justiça acabou preso por Policiais, quando tentava espancar a própria mãe em São Domingos distrito de Brejo da Madre de Deus.

A Polícia Militar após tomar conhecimento que o individuo estaria tentando agredir a sua genitora, o efetivo foi até o local informado aonde constatou a veracidade do fato. Adeilson dos Santos Souza, de 40 anos de idade, foi levado para a Delegacia de Polícia da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, onde foi constatado que o mesmo estava foragido da justiça, por ter praticado um homicídio em Serra do Vento município de Belo Jardim em 1992.

Em entrevista Adeilson disse que matou por que a vítima teria lhe jurado de morte. Ele chegou a cumprir 14 anos de prisão e foi beneficiado com o regime semiaberto no ano passado, porém não mais voltou para prisão.

VAQUEJADA


JUSTIÇA PODE NÃO ACEITAR OFERTA DE EMPREGO A PEDRO CORRÊA

O emprego com salário de R$ 5 mil, horário flexível e jornada de trabalho de segunda a sexta feira pode ficar só no desejo do ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP), condenado a sete anos e dois meses pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por envolvimento no escândalo do mensalão.

Preso no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, e com autorização para ser transferido para Pernambuco, ele deve encontrar problemas na Vara de Execuções Penais (VEP) local para incluir como destino a cadeia pública da cidade de Jataúba, a 218 km do Recife.

Médico por formação, Corrêa pediu trabalho ao Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), para atuar no Programa Saúde da Família (PSF) da cidade, localizada a 36 km de Jataúba. O juiz da 1º Vara de Execuções Penais de Pernambuco, Luiz Gomes da Rocha Neto, ainda aguarda o processo para definir o local de cumprimento da pena, mas adiantou que "é atípico uma pena ser cumprida numa cadeia pública". Ele também disse que "Jataúba só entra no contexto dos interessados".

A cidade foi escolhida por Pedro Corrêa, apesar de não figurar entre as unidades prisionais com direito ao regime semiaberto para os presos, porque a mulher dele, Adélia Corrêa, é proprietária da pousada Solar da Paixão, em Brejo da Madre de Deus, cidade localizada a 25 km de Jataúba.

Shareaholic