quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Audiência discute os problemas enfrentados pela segurança pública em Santa Cruz do Capibaribe

Representantes de vários segmentos da sociedade discutiram ideias e rumos na busca de soluções. Fotos: Thonny Hill.

Na manhã desta quarta-feira (14), foi realizada mais uma audiência publica em Santa Cruz do Capibaribe, desta vez focando o delicado tema da Segurança Pública no município.

Estiveram presentes no plenário da Câmara de Vereadores 85 pessoas que representaram os poderes judiciário, executivo, legislativo, das polícias civil e militar como também da sociedade civil, que levantaram propostas e debateram questões comuns ao assunto.

Compuseram a mesa o Delegado Dr. Julio Porto, o Juiz da 2ª Vara Dr. Tito Lívio, o Presidente da Câmara Junior Gomes, o Prefeito Edson Vieira e o Juiz Eleitoral Dr. Luiz Célio.

Membros das bancadas de Oposição e Situação também se fizeram presentes.


A audiência foi proposta pelo vereador Ernesto Maia (PTB), que questionou como este ponto vem sendo abordado no tocante às ações policiais e os crescentes índices de criminalidade, em especial assaltos e homicídios.

Pontos focados pelas autoridades


Dr. Júlio Porto.

Na ocasião, foram apresentados pelo delegado da 17ª Delegacia Seccional Dr. Júlio Porto dados relativos a redução nos índices de homicídios se comparados ao mês de julho, como também resultados das operações realizadas pela polícia nos últimos 40 dias.

De acordo com o delegado, elas resultaram no cumprimento de 30 mandados de prisão, 40 apreensões de armas de fogo e também na captura de criminosos, muitos deles adolescentes. Dr. Júlio também falou sobre a intensificação de operações que serão realizadas nos bairros, em especial naqueles que apresentarem maiores índices de criminalidade, para diminuir os índices de violência.

Dr. Alberes Costa.



Já o delegado titular da polícia civil de Santa Cruz do Capibaribe, Dr. Alberes Costa destacou o aumento nos crimes cometidos contra o patrimônio como também cobrou do prefeito Edson Vieira (PSDB) mais empenho na busca pela Delegacia da Mulher e também no termino das obras da Cadeia Pública.


Major Wellington.



Já um dos pontos destacados pelo Major Wellington Cruz, foram a reativação da Patrulha Escolar até o final do mês de agosto como também de maior efetividade nas  rondas realizadas pelas viaturas da Patrulha dos Bairros.

Edson Vieira.





O prefeito Edson Vieira (PSDB) falou sobre a importância da audiência e que relatou fará o que estiver ao seu alcance para que esses índices de violência diminuam no município.



.

Principais propostas


Na etapa final da audiência pública, 13 pessoas se inscreveram para propor ideias e expor argumentos sobre o que foi abordado. Confira algumas das propostas que foram levadas a pauta:

Zé Minhoca.


Zé Minhoca: O vereador do PSDB cobrou mais ações conjuntas entre as polícias civil e militar, de modo a atenderem o município durante as 24 do dia.



Laércio Glicério.


Laércio Glicério: O Conselheiro Tutelar abordou a questão da criança e do adolescente. De acordo com ele, uma das formas para se reduzir os índices de violência, no tocante a homicídios, é o aumento de iniciativas que visem diminuir a evasão escolar em especial no turno da noite, cobrando ao secretário de Educação Dimas Dantas (PP) mais atenção ao tema.

Carlinhos da Cohab.



Carlinhos da Cohab: O vereador propôs o aumento na quantidade de rondas nos bairros, em especial no São Miguel e Cohab, tidos como grandes focos de violência. O vereador cobrou também mais rigor nas revistas feitas em blitz e abordagens, como mais atenção a pontos de comercialização de drogas nas proximidades do Mercado de Farinha e por trás da escola da Cohab.

Deomedes Brito.



Deomedes Brito: O vereador petista enfatizou a divisão da cidade em setores para serem mais bem trabalhados pela ação policial, como também solicitou mais rigor nas abordagens de repressão e também de problemas de trânsito. Outro ponto destacado foi à premiação daqueles policiais que conseguissem reduzir índices de violência.

Alencar Lopes.


Alencar Lopes: O presidente da associação dos moradores do Bairro São Jorge solicitou o aumento das rondas policiais e também de uma Delegacia Intinerante. Já direcionando suas palavras ao prefeito Edson Vieira (PSDB), cobrou o aumento da iluminação pública e mais implantação de políticas públicas para os jovens como programas de inclusão através da música.

Jessyca Cavancanti.

Jéssyca Cavalcanti: A vereadora do PTC falou sobre a sensação de insegurança, em especial nas proximidades da escola estadual Dr. Adilson Bezerra de Sousa, na qual também é gestora. Jéssyca (PTC) focou a questão dos assaltos a estudantes (inclusive que já já não fecha mais seu carro para “não dar mais trabalho” aos criminosos, que sempre o arrombam) e também solicitou ao prefeito a colocação dos trailers da Guarda Municipal para aumentar a segurança do local.

Clodoaldo Barros.

Clodoaldo Barros: Um dos representantes da sociedade civil cobrou do prefeito a necessidade da implantação de uma autarquia de trânsito, de modo a “municipalizar de fato o município e deixar os policiais trabalharem naquilo que os compete”, que é o combate à criminalidade.Questionado sobre um prazo de quando isso poderia ser implantado, o prefeito não se pronunciou sobre o questionamento.

Klemerson Pipoca.


Klemerson Pipoca: O vereador do DM solicitou ao prefeito a implantação de políticas públicas voltadas ao jovens como também a elaboração de uma Plano Municipal de Segurança, com metas e prioridades para o combate a violência.

Jeanderson Douglas.



Jeanderson Douglas: O paratleta e colaborador do Moda Center Santa Cruz focou suas falas também para a implantação de políticas públicas voltadas para a juventude, destacando o papel transformador do esporte na redução da violência.



.
Ao final da audiência, foi elaborado um documento com todas as propostas que foram elencadas e que será encaminhado para todos os setores participantes, que cobra mais união de todos para ações na diminuição e combate a criminalidade.

Shareaholic