quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Senador questiona política industrial brasileira

Senador participa de audiência pública com a presença do presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e alerta sobre o acirramento da competição que a indústria brasileira vem sofrendo em escala global
Brasília - Apesar da confiança no crescimento da economia brasileira demonstrada pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, durante audiência pública promovida pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, o senador Armando Monteiro apontou a urgente necessidade de priorizar a agenda pró-competitividade.
A audiência pública teve como objetivo discutir as medidas do Plano Brasil Maior e o papel do BNDES na agenda para o desenvolvimento econômico do país, sendo convocada por vários senadores, inclusive, Armando Monteiro.
Para o parlamentar, a imensa pressão que a indústria brasileira vem passando é reflexo do desequilíbrio do ambiente macroeconômico. “No ambiente macroeconômico, ainda, há dificuldades, na medida em que dois preços fundamentais para a permanência do crescimento econômico do país, juro e câmbio, encontram-se fora do lugar”, comentou.
Segundo o senador, a elevada taxa de juro e o câmbio apreciado são os principais vilões da competição da indústria. “A nossa taxa de juro é uma imensa desvantagem do ponto de vista da competição. Já o efeito da taxa de câmbio que elevou o valor da nossa moeda é outro fator preocupante”, afirmou.
Além desse desequilíbrio na macroeconomia, outros fatores afetam diretamente a competitividade industrial brasileira – a complexidade do sistema tributário, a precariedade da infraestrutura e a logística brasileira – e fazem com que o país perca vantagens perante o mercado internacional. “Na área industrial, por exemplo, o Brasil está entre os cinco países com o maior custo de energia”, frisou.
Outro dado preocupante apontado pelo senador é a diferença entre o crescimento da produtividade na indústria e o aumento real dos salários dos trabalhadores. Armando avalia que para o Brasil é muito importante e positivo que os salários dos trabalhadores aumentem. Mas a produtividade precisa crescer no mesmo ritmo. “O aumento do salário real tem se dado a taxas superiores ao crescimento da produtividade do país, que vem crescendo em níveis bem mais modestos se comparado a países que competem conosco com China, Índia e Coréia”, disse Armando Monteiro, que apresentou dados de um estudo sobre a produtividade no país.
Neste estudo, o trabalhador brasileiro produz um terço do que o trabalhador coreano, um quinto do que o americano, e produz metade do que um trabalhador argentino.Diante desse cenário desafiador, que coloca o Brasil em sérias desvantagens, a solução questionada pelo senador ao presidente do BNDES, está voltada para a definição de uma estratégia de médio e longo prazo que impeça um processo regressivo, o que ele intitulou de “processo de desmonte da indústria nacional”.
Em resposta, o presidente do BNDES reconheceu a necessidade de corrigir o “desalinhamento” do juro e do câmbio. Luciano Coutinho, porém, foi bastante afirmativo ao dizer que esse é um dos objetivos do governo da presidente Dilma e que medidas para viabilizar a redução da taxa de juros no Brasil estão em curso.
Para Coutinho, o governo também tem uma grande tarefa pela frente no sentido de melhorar a competitividade sistêmica da economia. “A questão do alto custo da energia elétrica é relevante e precisa ser repensada. A produtividade do trabalho no Brasil é outro aspecto fundamental. Nossa produtividade precisa subir, pois é a única maneira de conciliar a manutenção de salários reais que estão em saudável processo de crescimento, porque tem ampliado o mercado interno e porque dessa forma chegamos a taxas de desemprego muito baixas” ressaltou Coutinho.
Para tanto o presidente do BNDES aposta na ampliação dos programas de requalificação dos trabalhadores e de gestão da indústria. “A produtividade daqui pra frente deve subir de forma muito mais firme. Acredito que tanto o programa de requalificação dos trabalhadores, quanto o programa de reequipamento da indústria, o programa de avanço na gestão da estrutura empresarial, principalmente, para as empresas de médio e pequeno porte é essencial para uma consistente subida do nível de produtividade da indústria brasileira. Essa é uma altíssima prioridade para todos nós para assegurar o desenvolvimento do país”, afirmou.

Posto policial de Poço Fundo será inaugurado no próximo dia 12

A comunidade do Distrito viverá um dia especial com a inauguração do tão sonhado posto policial, que irá garantir mais segurança aos moradores, que se queixam da falta de policiamento no local.

O início da obra se deu com a visita do prefeito Toinho do Pará ao secretário de Defesa Social do Governo do Estado. Na ocasião, Wilson Damázio atendeu prontamente a reivindicação, determinando aos oficiais responsáveis pelas companhias de Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe a aceleração dos trabalhos.


ASCOM-PMSCC

Confira balanço da PRF e do Corpo de Bombeiros

A Polícia Rodoviária Federal registrou 15 acidentes de ontem pra hoje, com 28 veículos envolvidos. Cinco pessoas ficaram feridas.

Neste momento, trânsito fluindo normal nas BRs 232 e 104, no Agreste.

O 2º grupamento do Corpo de Bombeiros atendeu a 11 chamados, mas de rotina, segundo o soldado Clemenson.

Vereadora denuncia desvio de merenda escolar de Caruaru para escolas de Altinho

O programa de distribuição de leite, implantado na rede municipal de Caruaru, Agreste pernambucano é algo de investigação do Ministério Público. De acordo com autora da ação, a vereadora e presidente do diretório municipal do PMDB em Altinho, Jacqueline Maria Castro de Araújo e Silva, existe um esquema de desvio de merenda escolar.

O leite que deveria estar sendo consumido nas escolas municipais de Caruaru está enchendo as geladeiras das escolas do município de Altinho. Em março deste ano, a prefeitura de Caruaru reduziu a distribuição aos alunos. Antes o leite era entregue diariamente, agora é entregue em dias alternados, as segundas, quartas e sexta-feiras.

De acordo com a vereadora, são quatro as escolas que recebem a produto: Grupo Escolar Felismino Guedes, Creche Maria do Carmo Vilaça, e as escolas Maria Alves da Silva e Doutor Morais Rêgo.

“Eu fiquei preocupada quando visitei as escolas e encontrei leites direcionados as escolas de Caruaru. Em média são entregues 20 litros de leite diariamente, com certeza ele leite não deveria estar nas escolas de Altinho e sim de Caruaru”, ressaltou.

As embalagens possuem a seguinte informação: “Embalagem exclusiva para utilização em produtos destinados a Prefeitura de Caruaru, sendo expressamente proibida a sua comercialização a qualquer titulo”.

Outro agravante é referente à saúde das crianças, é o transporte do leite. Ele é realizado em sacolas plásticas na mala de um carro Fiat, de cor prata, com placa oficial PFI-0672. De acordo com a instrução normativa 51/2002 do Ministério da Agricultura, o leite pasteurizado deve ser acondicionado em veículos refrigerados, providos de isolamento térmico, para alcançar uma temperatura não superior a 7ºC.

A denúncia foi entregue ao Promotor de Justiça de Altinho, Geovane de Sá Leite, que fará as investigações.

“Minha obrigação é de fiscalizar. Por isso encaminhei todos os documentos à promotoria para que sejam tomadas as devidas providências e esclarecer a população o porquê essa merenda de Caruaru, está sendo distribuída em Altinho”, finalizou.

Em nota a Prefeitura de Caruaru informou que “a distribuição do leite aos alunos do 1º ao 4º ano está acontecendo regularmente, sem nenhum problema. Toda a logística de embalagem e distribuição é feita pela empresa. Portanto, a Prefeitura de Caruaru irá questionar a fornecedora para saber por que o leite com as embalagens destinadas a Caruaru estão em outro município”.


O prefeito de Altinho, Sávio Omena (PSB), alegou que a compra dos sacos de leite feito pela prefeitura é regular e obedecer à legislação. Ele negou que as bolsas são adquiridas da Prefeitura de Caruaru, os sacos de leite são comprados diretamente a Associação Sítio Jaboticaba, sediada em Altinho.

Em nota a empresa DuCampo esclareceu através de nota que " Para o envasamento do leite pasteurizado, a responsabilidade da confecção e custos das embalagens (sacos plásticos) é das fornecedoras, incluída,
obviamente, a DUCAMPO LATICÍNIOS LTDA, a qual mantém tais embalagens em estoque com as devidas e legais impressões timbradas, onde figura o nome da Prefeitura Municipal de Caruaru e, ressalte-se, o nome também da firma envasadora DUCAMPO."


Moda Center funcionará no feriado de 15 de novembro

No intuito de dar continuidade aos bons negócios das feiras de final de ano, o Moda Center Santa Cruz informa que funcionará normalmente no feriado do dia 15 de novembro.

Dessa forma, os clientes de todo o Brasil, poderão organizar suas caravanas e aproveitar a folga para fazer suas compras no maior Shopping Atacadista de Confecções da América Latina.

Operação fecha 3 laboratórios de falsificação de filmes no Agreste

Uma operação fechou três laboratórios de fabricação de filmes piratas nesta terça-feira (8), no município de Garanhuns, Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, sete torres de gravação, cada uma com dez aparelhos gravadores, três impressoras e quatro mil cópias falsificadas de filmes foram apreendidos.

Os proprietários das residências onde o material era produzido foram levados para a delegacia e autuados em flagrante pelo crime de violação de direito autoral.

Por ser um crime afiançável, será arbitrado um valor de fiança para que os suspeitos possam responder em liberdade. Caso não tenham condição de efetuar o pagamento, eles serão encaminhados para unidades prisionais da região.

Tiroteio após assalto no Recife mata um homem e deixa três outros feridos

Três pessoas ficaram feridas e uma morreu em um tiroteio que aconteceu no início da tarde desta terça-feira (8), nas imediações da Avenida Abdias de Carvalho, no Recife. A troca de tiros aconteceu depois de uma tentativa de assalto a uma casa lotérica no bairro do Engenho do Meio, de acordo com a polícia. O caso será investigado pela Delegacia da Várzea.

Por meio de uma denúncia, uma equipe da Comissão de Operações e Recursos Especiais (Core) localizou os bandidos em um veículo e uma perseguição começou na Avenida do Forte. Ao chegar na Abdias de Carvalho, o pneu do veículo ocupado pelos supostos assaltantes foi estourado com uma bala. Eles deixaram o carro e acabaram atingidos por tiros.

Os quatro homens foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro dos Torrões e, em seguida, os três feridos que sobreviveram foram encaminhados para o Hospital Getúlio Vargas. O Instituto Médico Legal (IML) retirou o corpo da vítima fatal do local.

Shareaholic