segunda-feira, 18 de outubro de 2010

vem ai dia 06 de novembro

Ônibus bate, cai em rio e mata 11 em Minas Gerais

Mais 11 feridos leves no acidente entre dois ônibus que deixou 11 mortos na madrugada deste domingo (17), em Carbonita (MG), tiveram alta do Hospital São Vicente de Paula de Carbonita. As vítimas foram levadas para a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), na mesma cidade. De acordo com a supervisora da entidade, Aparecida Maria de Paula Silva, as vítimas estão bem e almoçaram. "Alguns deles estão dormindo e outros conversando", contou Aparecida.
Uma pessoa continua internada em Carbonita e duas em um hospital em Diamantina.

A salgadeira Erli Cândida Ribeiro, de 46 anos, chegou a Carbonita à procura da filha de 25 anos que estava no ônibus. Segundo ela, a filha só teve um corte na boca. "Graças a Deus está tudo bem. Quase morri de susto quando recebi a notícia. Achei que a minha filha estivesse morrido. Estou em choque até agora", disse. A filha dela participou das provas de natação em Montes Claros.

Ainda de acordo com Aparecida, as vítimas do acidente devem passar a noite na Apae em Carbonita, mas ainda não há nada definido.

A batida entre os dois veículos ocorreu na MG-451. No total, 23 pessoas ficaram feridas. Todas as vítimas já foram resgatadas.

Segundo uma funcionária do hospital, as vítimas receberam alta, mas aguardam no local a chegada do presidente da Apae de Ipatinga, Francisco Eduardo Rodrigues, para retornarem à cidade.

A Apae Ipatinga informou que o grupo voltava de uma competição esportiva realizada em Montes Claros, neste sábado (16), quando ocorreu o acidente. A entidade confirmou a viagem de Rodrigues para o local e informou que ele está acompanhado pela direção da Escola José Alves de Assis, mantenedora da Apae na cidade. A entidade ainda não tem informações precisas sobre o acidente e o estado de saúde das vítimas.

Acidente
A colisão envolvendo dois ônibus ocorreu na MG-451 em Carbonita, na madrugada deste domingo (17). Onze pessoas morreram e 23 ficaram feridas.

De acordo com a Polícia Militar (PM), um ônibus que saiu de Montes Claros com destino a Ipatinga, transportando um grupo de alunos da Apae, bateu em outro ônibus sobre a ponte do Rio Araçuaí. Com o impacto, o ônibus que foi atingido pelo veículo da Apae caiu no rio.

A empresa responsável pelo outro ônibus de passageiros informou que também foram enviados representantes para o local.

De acordo com a PM, todos os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Carbonita e os feridos socorridos em hospitais nas cidades de Carbonita, Itamarandiba e Diamantina.


Fonte: G1

PE da Morte Mata Mais Um

Lequinho
Por volta das 19:30h. de hoje, na entrada da cidade de Jataúba aconteceu um trágico acidente de trânsito que vitimou fatalmente Alexsandro de Souza Farias, 29 anos. Lequinho, como era carinhosamente conhecido, seguia com seu veículo, um Honda Civic 2008, quando perdeu o controle e capotou, sendo arremeçado e ficando a mais ou menos 15 metros do carro. Alexsandro teve morte imediata. Lequinho era filho de D. Zeza e Arnaldo e residia em Poço Fundo.Faz três anos que seu irmão, "Wagner" também foi vítima de acidente de trânsito e nas proximidades de Brejo da Madre de Deus, perdeu ocontrole de sua moto e faleceu. Lequinho tornara-se filho único, e, para tristeza de seus pais, amigos e familiares, de forma trágica também perdeu a vida.
A Polícia compareceu ao local, e o corpo de Alexsandro foi encaminhado ao IML da cidade de Caruaru.

Fonte:mural do leno

Para grupo de indecisos, Serra venceu debate Folha/RedeTV!

Para um grupo de 27 eleitores convidados a avaliar o debate minuto a minuto a convite da Folha e da RedeTV!, o candidato José Serra (PSDB) teve desempenho melhor que Dilma Rousseff (PT).

No início do programa, os avaliadores se dividiam assim: 23 indecisos, dois dispostos a votar em Serra e outros dois em Dilma.

Ao fim do debate, Serra tinha 14 votos, Dilma contava outros seis, e sete eleitores permaneciam indecisos.

O resultado acompanha a avaliação do desempenho de cada um: 14 acharam Serra melhor, e outros seis preferiram Dilma.

A avaliação reproduziu os métidos usados pelas duas campanhas para avaliar o desempenho de seus candidatos.

Os convidados assistiram à transmissão do debate num telão e receberam controles remotos para dar notas de 0 a 100 a cada resposta.

A avaliação foi promovida pela empresa Interativa, que opera o sistema "view facts".


Fonte: folha.com

Salgueiro vence Paysandu e é o 1° time do Sertão pernambucano na Série B

Com uma vitória sobre o Paysandu, o Salgueiro tornou-se o primeiro time do Sertão pernambucano a chegar à Série B do Brasileiro. O jogo foi no estádio da Curuzu, em Belém do Pará, na manhã deste domingo (17), onde o Carcará fez 3 a 2 diante de mais de 16 mil torcedores do Papão.
No último sábado (9), o duelo no Cornélio de Barros acabou em 1x1. Os sertanejos abriram o placar, mas permitiram a reação dos paraenses.
Desta vez foi diferente. Quem abriu a contagem foi o Paysandu. Aos dez minutos do primeiro tempo, Bruno Rangel pegou o rebote do goleiro Carcará e mandou para as redes: 1x0.
Aos 19 minutos, Fágner empatou para o Salgueiro. Ele recebeu lançamento do goleiro, avançou pelo campo adversário e chutou forte contra a meta de Fávaro: 1x1.
Na volta do segundo tempo, aos 14 minutos, Júnior Ferrim cabeceia bonito na área para fazer o segundo gol do Salgueiro: 1x2.

Aos 22 minutos, Edu Chiquita pegou a sobra e ampliou o placar: 1x3. O Paysandu respondeu rápido com Paulão, que apareceu na área por trás da zaga sertaneja para fazer o gol: 2x3.

A pressão do Papão aumentou. Edu Chiquita, que já tinha amarelo, recebe o vermelho e é expulso aos 41 minutos. Após tumulto no lance do goleiro Marcelo, Rodolfo Potiguar recebe o segundo amarelo e também é expulso.
Aos 49, o árbitro José Cladas de Souza (DF) apita fim de jogo na Curuzu. O Paysandu continua na Série C do Campeonato Brasileiro, enquanto o Salgueiro sobe para a Série B.

FONTE: Pe360Graus

Casal é assassinado a tiros na zona rural de Taquaritinga do Norte

Um casal foi assassinado no final da noite deste domingo (17), no Sítio Silva de Cima, zona rural de Taquaritinga do Norte, Agreste pernambucano. Edson Amaro de Amorim, 42 anos, e Maria Cristina de Lima, 37, grávida de sete meses, foram mortos a tiros, dentro de casa. A autoria do crime é desconhecida.

Central de Jornalismo
Helenivaldo Pereira

Em debate, Serra e Dilma se defendem de acusações contra aliados

Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) se defenderam das acusações que atingiram aliados durante as eleições no debate Folha/RedeTV! que aconteceu na noite deste domingo.

As respostas foram dadas no terceiro bloco quando foram questionados pelas jornalistas Renata Lo Prete e Patricia Zorzan, que não puderam fazer uma réplica.

Serra respondeu sobre Paulo Petro e Dilma Rousseff (PT) sobre Erenice Guerra.

Em ambos os casos, os candidatos começaram a respostas dizendo que a pergunta era uma ótima oportunidade para esclarecer a questão.

Serra negou que teria dito que não conhecia o ex-diretor de engenharia da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto. Ele afirmou que não o reconhecia pelo apelido, ao qual chamou de racista.

O tucano ainda ironizou ao dizer que, se ele fosse descendente de japonês, seria chamado de "amarelo".

"Eu sou a vítima", afirmou o tucano sobre o caso levantado por Dilma no debate anterior. A petista, baseada em reportagem publicada pela revista "IstoÉ", disse que Paulo Preto teria desviado R$ 4 milhões supostamente destinados ao caixa 2 da campanha tucana.

Já Dilma afirmou que a ex-ministra Erenice Guerra errou.

"Quero deixar claro que considero a situação da Erenice com muita indignação, primeiro porque não concordo com a contratação de parentes e amigos", respondeu.

A petista lembrou que Erenice saiu do governo e que a Polícia Federal está investigando o caso.

"Quem conhece minha história sabe que tenho um compromisso em combater o nepotismo e qualquer tipo de tráfico de influência."

Dilma ainda aproveitou para atacar Serra: "A diferença é que nós investigamos."

Braço direito de Dilma, Erenice pediu exoneração em 16 de setembro após notícias de que a empresa de lobby dos filhos dela operava dentro da Casa Civil.

PRIVATIZAÇÕES

Enquanto os temas religiosos, como aborto, estiveram ausentes do debate, outra questão que mexeu foi a das privatizações.

"A campanha da candidata mente o tempo interior sobre as minhas posições sobre a Petrobras", afirmou Serra, no primeiro bloco.

"Empresa estatal vai ser estatal do povo brasileiro", completou o tucano no segundo turno.

Já Dilma Rousseff trouxe a tona a questão da Gas Brasiliana. Em maio, a Petrobras assinou acordo para adquirir 100% da empresa por cerca de US$ 250 milhões. A distribuidora atua principalmente na região noroeste do Estado de São Paulo, atendendo 375 municípios.

Segundo a petista, a estatal não podia comprar a empresa por causa de um veto de Serra quanto estava no governo, que ele deixou em abril para disputar a eleição.

"A candidato está fugindo da resposta", disse Dilma para o adversário.

De acordo com Dilma, se a Petrobras não comprar a empresa, uma empresa japonesa fica com ela. Por três vezes, a candidata citou a questão das privatizações.

"Na véspera da eleição, o PT e a candidata colocam no centro do debate a questão da privatização, por uma questão puramente eleitoral", respondeu Serra. Para ele, as privatizações não estão na agenda do país no momento.

SÃO PAULO

No segundo bloco, Serra também tratou da questão das drogas. E voltou a dizer que o governo não investiu no patrulhamento das fronteiras e no tratamento de dependentes.

Em resposta, Dilma citou a cracolândia em São Paulo. Na tréplica, o tucano atacou: Dilma e o PT vivem falando mal de São Paulo.

Em outro bloco, ele voltou ao tema tentando pregar a imagem de antipaulista na petista.

"Dá a impressão que a Dilma é candidata ao governo de São Paulo. Mas ela não conhece muito bem São Paulo;"

Dilma também atacou. "O senhor fica um povo pretencioso. Não pode se comparar com o povo de São Paulo. Não faça isso, candidato. É feio."

Em outro momento ela voltou ao ataque. "Eu tenho um compromisso, que é livrar São Paulo do PCC" disse.

Nas considerações finais, Dilma citou nominalmente o presidente Lula e disse que, "se na eleição dele a esperança venceu o medo, agora a esperança vai vencer o ódio".

Serra usou seu tempo final para lembrar sua biografia e dizer que, "numa eleição, é importante falar de valores dos candidatos".


Fonte: Folha.com

Vigilante tenta impedir assalto a sulanqueiro e é morto a tiros em Toritama

Violência no município de Toritama, Agreste pernambucano. A polícia registrou dois homicídios em menos de 24 horas.

Um dos crimes aconteceu por volta das 3h40 desta segunda-feira (18), no centro da cidade. Segundo testemunhas, o sulanqueiro Sandoval Vicente da Silva, 55 anos, foi abordado por dois homens não identificados que anunciaram um assalto.

Na ocasião, o vigilante conhecido por Beto tentou ajudar a vítima e foi morto a tiros pelos bandidos.

Central de Jornalismo
Helenivaldo Pereira

Fim de semana com dois homicídios em Caruaru

Duas pessoas foram assassinadas em Caruaru, Agreste pernambucano, no fim de semana. Na noite de sábado (16), foi morta com vários tiros a jovem Jacileide da Silva Lima, 21 anos. O crime aconteceu no bairro João Mota. A polícia ainda não tem pistas dos assassinos.

No início da noite deste domingo (17), foi assassinado no bairro Cidade Jardim o ex-presidiário Daniel Alcântara Pessoa Silva (Nego Guinho), 26 anos. Ele foi morto com vários tiros na rua R-8. Segundo a polícia, dois homens praticaram o crime e fugiram a pé.

Estatística

De acordo com estatística da Editoria de Polícia Teodorico Barreto, da Rádio Liberdade, o número de assassinados em outubro subiu para 11 e de janeiro até agora já são 106 homicídios.


Central de Jornalismo
Helenivaldo Pereira

Shareaholic